DNS Primário

De Fórum Debian Wiki

(Diferenças entre revisões)
(Configuração do servidor)
(Configuração do servidor)
Linha 87: Linha 87:
'''/etc/host.conf'''
'''/etc/host.conf'''
-
Este arquivo define a ordem de pesquisa na resolução de nomes, o mesmo não será editado, sendo mantido o padrão.
+
Este arquivo define a ordem de pesquisa na resolução de nomes, o mesmo não será editado, sendo mantido o padrão.
'''/etc/bind/db.intranet.com.br'''
'''/etc/bind/db.intranet.com.br'''
-
Por padrão, na instalação no Debian, o bind é instalado em /etc/bind, iremos agora editar os arquivos de nossas
+
Por padrão, na instalação no Debian, o bind é instalado em /etc/bind, iremos agora editar os arquivos de nossas zonas, copiando dos arquivos já criados e apenas editando os mesmos com o nome do nosso domínio:
-
zonas, copiando dos arquivos já criados e apenas editando os mesmos com o nome do nosso domínio:
+
-
cd /etc/bind
+
<pre>
 +
cd /etc/bind
-
cp db.local db.intranet.com.br
+
cp db.local db.intranet.com.br
 +
</pre>
-
A aperência de nosso arquivo editado deverá ser a seguinte:
+
A aperência de nosso arquivo editado deverá ser a seguinte:
-
; BIND data file for local loopback interface
+
<pre>
-
;
+
; BIND data file for local loopback interface
-
$TTL 604800
+
;
-
@ IN SOA server-01.intranet.com.br. root.intranet.casa.com.br. (
+
$TTL 604800
-
1 ; Serial
+
@ IN SOA server-01.intranet.com.br. root.intranet.casa.com.br. (
-
604800 ; Refresh
+
1 ; Serial
-
86400 ; Retry
+
604800 ; Refresh
-
2419200 ; Expire
+
86400 ; Retry
-
604800 ) ; Negative Cache TTL
+
2419200 ; Expire
-
;
+
604800 ) ; Negative Cache TTL
-
@ IN NS server-01.casa.com.br.
+
;
-
server-01 IN A 192.168.0.10
+
@ IN NS server-01.casa.com.br.
 +
server-01 IN A 192.168.0.10
 +
</pre>
-
Lembrando que os poantamentos feitos neste arquivos, devem ser com tab, e não com espaços.
+
Lembrando que os poantamentos feitos neste arquivos, devem ser com tab, e não com espaços.

Edição de 00h46min de 10 de Setembro de 2008


Configuração de um servidor DNS primário

Sistema Operacional testado.....: Debian Etch 4.0


Índice de conteúdo

Siglas conhecidas no servidor de nomes

A maior parte das entradas dos arquivos de configuração do DNS são chamados de Resource Records. A pesquisa feita pelo DNS ignora se as letras maiúsculas, minusculas, ou misturadas. Normalmente se utilizam apenas letras maiúsculas, os Resource Records, precisam iniciar na primeira coluna.

Resource Records encontrados no arquivo de configuração:

SOA......: Indica a autoridade para os dados do domínio.
NS.......: Lista um servidor de nomes para o domínio.
A........: Mapeamento de nomes para endereços.
PTR......: Mapeamento reverso, ou de endereço para nomes.
CNAME....: Nomes canônicos (para aliases).
MX.......: Mail Exchanger.

Instalação

A instalação do bind no Debian é bem simples, com o apt corretamente configurado, basta executar:

apt-get install bind

Configuração do servidor

Nesta etapa, iremos editar alguns arquivos, e teremos uma breve descrição em cada um deles, configuraremos um domínio de exemplo chamado intranet.com.br, e o ip de nosso servidor 192.168.0.10, com o hostname server-01:

c3po:~# hostname server-01.intranet.com.br

Para tornar a alteração efetiva, a mesma deve ser realizada também no arquivo /etc/hostname.

/etc/resolv.conf

Neste arquivo, especificamos nosso domínio, e nossos servidores de nomes, em nosso exemplo, nosso arquivo ficará com o seguinte conteúdo:

search intranet.com.br
nameserver 192.168.0.10

/etc/bind/named.conf

Neste arquivo configuramos nossas zonas, ao final dele, devem ser criadas a zona de nosso domínio, e também nossa zona reversa:

  zone "intranet.com.br" {
        type master;
        file "/etc/bind/db.intranet.com.br";
  };

  zone "0.168.192.in-addr.arpa" {
        type master;
        file "/etc/bind/db.0.168.192";
  };

/etc/hosts

Este arquivo resolve nomes de computadores localmente no servidor, recomendado criar apontamentos no mesmo somente quando nosso servidor precisar resolver nomes para si próprio, o mesmo deve ficar da seguinte forma:

127.0.0.1       localhost.localdomain   localhost
192.168.0.10    server-01.intranet.com.br    intranet 

Deve ser informado o ip do host em seguida o FQDN (nome do host, seguido do domínio), e depois o nome do host.

/etc/host.conf

Este arquivo define a ordem de pesquisa na resolução de nomes, o mesmo não será editado, sendo mantido o padrão.

/etc/bind/db.intranet.com.br

Por padrão, na instalação no Debian, o bind é instalado em /etc/bind, iremos agora editar os arquivos de nossas zonas, copiando dos arquivos já criados e apenas editando os mesmos com o nome do nosso domínio:

cd /etc/bind

cp db.local db.intranet.com.br

A aperência de nosso arquivo editado deverá ser a seguinte:

; BIND data file for local loopback interface
;
$TTL    604800
@       IN      SOA     server-01.intranet.com.br. root.intranet.casa.com.br. (
                              1         ; Serial
                         604800         ; Refresh
                          86400         ; Retry
                        2419200         ; Expire
                         604800 )       ; Negative Cache TTL
;
@       IN      NS      server-01.casa.com.br.
server-01    IN      A       192.168.0.10

Lembrando que os poantamentos feitos neste arquivos, devem ser com tab, e não com espaços.


/etc/bind/db.0.168.192

 Ainda no diretório corrente, editaremos o arquivo da zona reversa, o procedimento é exatamente o mesmo, 
 porém copiando o arquivo diferente e editando o mesmo, como mostrado abaixo:
 cp db.127 db.0.168.192
 Editaremos o arquivo para que fique da seguinte forma:
 ;
 ; BIND reverse data file for local loopback interface
 ;
 $TTL    604800
 @       IN      SOA     c3po.casa.com.br. root.casa.com.br. (
                               1         ; Serial
                          604800         ; Refresh
                           86400         ; Retry
                         2419200         ; Expire
                          604800 )       ; Negative Cache TTL
 ;
 @       IN      NS      c3po.casa.com.br.
 10      IN      PTR     c3po.casa.com.br

Por fim, basta reiiniciar o serviço:

 /etc/init.d/bind restart

Configuração dos clientes

Testando

Ferramentas pessoais