Usando o Gparted para criar, formatar e deletar partições

De Fórum Debian Wiki

Índice de conteúdo

Introdução

Algumas regras são esquecidas por não serem muito usadas e como não existe um sistema de notificação quanto aos impedimentos fica aqui registrado esse lembrete.

Partições

Não querendo estender muito o assunto um breve entendimento a respeito; existe uma diferença entre partições primárias e lógicas — pode haver apenas quatro partições primárias, mas não há limite para o número de partições lógicas. Entretanto, devido à maneira como as partições são acessadas no Linux, você deve evitar definir mais de 12 partições lógicas em um único drive de disco.

Para criar uma partição lógica

Quando criamos uma partição e definimos que seu tipo será "Extendida", uma tabela de partição extendida é criada. Essencialmente, a partição extendida é como um drive de disco por si só — tem uma tabela de partição que aponta para uma ou mais partições (agora denominadas partições lógicas, em oposição às quatro partições primárias) contidas inteiramente dentro da própria partição extendida. Mais detalhes pode ser visto aqui:[1]

  • Lembrete: as partições que serão modificadas devem estar desmontadas, note que as partições lógicas dentro de uma partição extendida devem estar todas desmontadas caso contrario não será possivel criar ou redimensionar uma partição extendida/ lógica o Gparted deveria notificar quando é feito uma tentativa, mas não faz.

Permissões para acessar uma partição

Caso queira criar uma partição de dados e você tenha outras distribuições Linux instaladas no HD você terá que dar permissão de acesso em cada uma delas com o comando em root:

# chown -R usuario:usuario /local de montagem
  • Claro, troque 'usuário' pelo nome do seu usuário e local de montagem da partição que geralmente fica no diretório /media/XXX caso alguma pasta esteja bloqueada o mesmo comando é necessário para desbloquear.

*Após serem feitas modificações nas partições as mesmas terão que ser alteradas no fstab.

Ferramentas pessoais